CEO da Open World Entertainment é preso sob acusações de assédio sexual sobre artistas e trainees

The Boss

Jang SeokWoo, CEO da agência Open World Entertainment, companhia dos grupos The Boss, X-5 e do cantor Jun Jin (ShinHwa), foi preso, acusado de assédio sexual.

Nesta terça-feira, 10 de abril, ele foi preso por investigadores à paisana perto de Gangnam por supostamente ter assediado, agredido e estuprado artistas e trainees da companhia. Relatórios para os investigadores foram preenchidos há um mês e as autoridades trabalham no caso desde então, entrevistando mais de 20 vítimas e testemunhas, coletando evidências sobre o ocorrido.

Os investigadores finalmente o prenderam quando ele retornou do Japão e cumpriram um mandato de busca e apreensão em todo o prédio da companhia. Por especularem que ele e seus associados tentariam se livrar das evidências, os investigadores montaram guarda por cinco horas, entrevistando o grupo The Boss e seus colegas de gravadora para confirmar todos os detalhes.

A polícia descobriu que as agressões sexuais ocorriam no 5˚ andar da companhia, juntamente com o estúdio de ensaio de dança, que fica localizado no porão. Os policiais confiscaram vídeos de segurança interna presentes no prédio.

Um porta-voz declarou: “Recebemos inúmeros relatos de que o CEO usava sua alta posição para assediar sexualmente e agredir seus trainees regularmente. Mais de 30 vítimas estão envolvidas no caso.

Os atores Go JooWon e Shin JiSoo também são agenciados pela Open World Entertainment, assim como um grande número de trainees de grupos femininos.

Jang nega as acusações feitas contra ele.

Fonte: Allkpop.com
Tradução/Adaptação: Lílian Fernandes @ sarangingayo.com.br
Por favor, não retirar do SarangInGayo sem os devidos créditos.

Anúncios

8 pensamentos sobre “CEO da Open World Entertainment é preso sob acusações de assédio sexual sobre artistas e trainees

  1. CARALHO, HIPER TENSO. Mas to ligada que ele não é o unico, deve ter muitos outros por ai soltos. Lembrei até de Dream High agora G.G
    Tipo, os guris de The Boss não foram assediados, não né? e.e Não consigo parar de pensar nisso kkk e.e ai que horror

  2. Bem feito! Tem que pagar msm e como a Adry falou, tá cheio desses tipos. Mas fiquei pensando tb, será que ele tentou alguma coisa com os meninos do X-5, pq eles são grandes e mais fortes do que os garotos do The Boss. Na verdade não quero nem pensar nisso, coitados! Mas ainda bem que pegaram o maldito, 1 a menos circulando por aí.

  3. isso é uma das coisas mais imundas que existe…mas muitas vezes, esse é o ‘preço’ que os artistas pagam pra chegar onde estão… na verdade, ninguém aí tá certo…o cara que fez isso tem sim que pagar por tudo isso, mas quem se submeteu a isso tbm está super errado..pq se fez uma vez, teria que denunciar mesmo! só que imagino que na Coréia as coisas devam ser mais difíceis mesmo, eles devem ter medo de denunciar ;-; tanto q pq eles tem contratos assinados…imagina…mais de 30 pessoas…é muita gente…;-;
    que coisa horrorosa T_T

  4. Que terrível D: Espero que fique preso pelo resto da vida! E se ele tiver assediado meus meninos do X-5 e do The Boss? Argh, quero nem pensar ç.ç

  5. Ai vei. Nem sei direito o que falar o que pensar. Ainda estou muito em shock com isso. O pior é imaginar que isso não acontece só na Open. Cara. É muito tenso. Estou triste. Não gosto de nenhum dos grupos dessa empresa, mais estou triste por imaginar que isso não acontece só nessa empresa. Imagina o que um fã sente ao ver isso? Deve ser a pior sensação do mundo. Eu que não sou fã dos grupos dessa empresa, estou triste. Imagine pensar que seu k-group favorito pode ter passado por alguma situação dessas? O pior de tudo é que isso vai acabar destruindo a carreira desses artitas. O DGNA estava a fazer comeback e agora? Espero que a Coréia não jogue isso para debaixo do tapete como aconteceu com outras denúncias.

  6. Já aconteceu de um artista (não lembro quem, de qual agência, só lembro q li num comentário) ter dito que havia sido abusado sexualmente, mas parece que ninguém ligou, jogaram pra debaixo do tapete a história e assim se ignorou a denúncia

Os comentários estão desativados.